quarta-feira, 8 de julho de 2009

Revista eletrônica: uma janela para a aprendizagem





Dinah Franke Moreira*




Como professora de Língua Portuguesa e Literatura, considero um desafio levar os jovens (alunos) de hoje a apreciar seu processo de aprendizagem ou ir em busca do conhecimento. Acredito que uma das razões desse desinteresse seja o acesso a diferentes recursos tecnológicos, exposição a um verdadeiro “bombardeio” de informações, imagens e cores, o que possivelmente interfere na atenção, na concentração e no interesse pelos livros. Assim, como parte integrante do meu processo de formação continuada, propus aos alunos do 2º ano “A” do Colégio Estadual Primo Manfrinato (Cianorte - Paraná) a produção de uma revista eletrônica, acreditando ser uma forma de ampliar o universo cultural e aperfeiçoar a capacidade lingüística dos mesmos, já que as produções passariam a ter um leitor real, além de fazer uso da internet.


A proposta foi muito bem aceita, visto que se trataria de um trabalho midiático e que extrapolaria os muros da escola, pois para produzir entrevistas e reportagens seria preciso sair da escola para buscar dados e informações desejados.


Iniciamos o desenvolvimento do projeto no início do ano letivo, fazendo leituras e análises de revistas ou periódicos impressos e de exemplares eletrônicos, para compreender as condições de produção, os objetivos, o público leitor, a especificidade e a funcionalidade de cada texto. Decidimos o perfil da revista, que gêneros seriam produzidos e que temas seriam abordados. Todas essas definições ocorreram num processo coletivo e democrático. As produções deveriam ocorrer em equipe, o que de certa forma ajudaria a inspirar confiança. Os mais entendidos em informática seriam os responsáveis pela diagramação e pela editoração da revista, a qual recebeu o nome de revista eletrônica ativ@idade e será concluída no 3º bimestre do corrente ano, mas já está on-line desde o dia 30/06/2009.
Posso assegurar, como professora, que é um projeto que contribui em muito para o crescimento intelectual dos alunos, mas para desenvolvê-lo com mais qualidade a turma não poderia ter 49 alunos, como o ocorrido.




NOS BASTIDORES DA PRODUÇÃO



Para a composição da revista eletrônica ativ@idade os alunos escolheram os temas segundo os interesses, sendo: meio ambiente, saúde, beleza, moda, esporte, drogas, amor, música e o jovem no mercado de trabalho. Igualmente foram definidos os gêneros a serem produzidos, ficando como indicativo maior reportagens, entrevistas, poemas, artigos, propaganda social e texto imagético ou fotografias. Para auxiliar na compreensão do processo de editoração, os alunos fizeram uma visita ao Jornal Tribuna de Cianorte (ver foto acima), momento em que conheceram o trabalho do editor, do diagramador, dos repórteres (como ocorre a captação das informações) até o processo de impressão do jornal, onde foi possível ler a edição que seria distribuída no dia seguinte.


O jornal aproveitou a presença dos alunos e publicou uma reportagem sobre a visita, salientando a importância da aprendizagem além da sala de aula, matéria esta que serviu de subsídio e de incentivo para as produções em classe. Vários grupos optaram por fazer entrevistas com professores e pessoas de destaque na sociedade.

Em uma seção da revista tivemos a contribuição de alunos do Colégio Estadual Cianorte, que divulgaram seus trabalhos (propaganda social) realizados no projeto da professora PDE Leonice Fancelli.

Para cobrir os custos de hospedagem da revista eletrônica ativ@idade, contamos com a parceria do comércio local.

A primeira edição será finalizada no mês de agosto com o retorno das aulas, mas já está on-line no endereço: http://www.revistaatividade.com/, desde o dia 30/06/2009.
:
________________
* Professora do PDE (Programa de Desenvolvimento Educacional do Estado do Paraná - http://www.pde.pr.gov.br/modules/noticias/) - orientação: prof. Dr. Marciano Lopes e Silva (UEM)
Observação: o site está ainda em desenvolvimento, assim como a primeira edição on line. Como no momento os alunos estão de férias, o trabalho será retomado somente no final de julho.

Um comentário:

  1. Parabéns ao grupo pela iniciativa.A proposta está bem legal.

    ResponderExcluir