quarta-feira, 6 de outubro de 2010

O que é um blog

(Ministrante Tânia Braga Guimarães)


Este post tem o objetivo de apresentar, de forma inicialmente bem didática, a discussão que será feita no tópico intitulado O que é um blog, do curso de extensão "Leitura e escrita em blogs". Para tanto, formulamos a pergunta: O que é um blog? No exercício de respondê-la, vejamos a primeira vez em que o termo foi usado e as razões para a sua rápida popularização:


O termo "weblog" foi primeiramente usado por Jorn Barger, em 1997, para referir-se a um conjunto de sites que "colecionavam" e divulgavam links interessantes na web (Blood, 2000). Esses sistemas proporcionaram uma maior facilidade na publicação e manutenção dos sites, que não mais exigiam o conhecimento da linguagem HTML e, por isso, passaram a ser rapidamente adotados e apropriados para os mais diversos usos. Além disso, a posterior agregação da ferramenta de comentários aos blogs também foi fundamental para a popularização do sistema. (AMARAL, RECUERO e MONTARDO, 2009).


Estudos apontam o alcance que essas páginas podem proporcionar às nossas ideias e links, e tudo o mais que compartilhamos na web, a partir do momento em que optamos por criar uma página e ativar esta ferramenta de comunicação. Como disse um expert: ''criou um blog, alimente-o, porque o público certamente virá".

Muito provavelmente, antes de chegar a esta página do grupo de pesquisa, você já visitou diversos outros blogs na chamada blogosfera (sem buscar uma definição exata, vamos entendê-la como conjunto de blogs) e conhece vários deles com diferentes propósitos comunicativos. O uso da ferramenta, que estamos fazendo aqui, de compartilhar as discussões do grupo de pesquisa, é apenas um dos possíveis.


DEFINIÇÕES DE BLOG


Cada vez mais populares, evidencia-se a possibilidade de potencializar as atividades de educação, a fim de despertar o interesse dos alunos para atividades de leitura e escrita, e é essa potencialidade que nos interessa.

Elencaremos algumas definições, sem a preocupação de eleger uma como a melhor, por acreditarmos serem, na verdade, complementares. As definições abaixo, mostram que, a compreensão de blog, foi mudando de acordo com o tempo, de modo a acompanhar os usos que os blogueiros começaram a fazer dessas páginas. Garfunkel (2004) identificou os seguintes traços:


1. website de cunho subjetivo ou não-comercial, tipicamente produzido por um único indivíduo;

2. formato de um diário organizado em ordem cronológica reversa, em geral atualizado todos os dias ou com bastante frequência;

3. referências a outros sítios da web e excertos comentados de outras fontes e impressões pessoais;

4. relatos da vida diária.


Definições se revelam problemáticas, pois, como sabemos, se tomarmos a primeira supracitada, esbarramos no uso que as empresas veem fazendo (um uso comercial, para divulgação) e também encontramos páginas com conteúdo gerenciado por 1, 2, 3 e até bem mais pessoas. (Como, por ex:. o Te dou um dado - TDUD, gerenciado por três administradores). Por isso, as definições são apenas guias para este momento da discussão. Além de Garfunkel, outros pesquisadores fizeram uso de definições aproximadas às suas:


1. sítio dedicado a coletar links para outros sítios da rede mundial de computadores e comentá-los.

2. textos organizados por ordem cronológica reversa, datados e atualizados com alguma frequência (HERRING, KOUPER, SCHEIDT E WRIGHT, 2004; BLOOD, 2002; NARDI, SCHIANO E GUMBRECHT, 2004).

3. diários pessoais, (CARVALHO, 2000; LEMOS, 2002; ROCHA, 2003; MIURA E YAMASHITA, 2007).


Acepções diversas foram criadas do decorrer dos seus 10 anos de existência e evolução dessas ferramentas, na medida em que os usuários foram plasmando a experiência de blogar. Podemos, portanto, definir tais páginas a partir de diferentes elementos como estrutura ou funcionalidade.


DEFINIÇÃO ESTRUTURAL


Blood (2002): página da web atualizada frequentemente com entradas datadas, as mais novas posicionadas no topo, contando quase sempre com espaços para comentários.

Blood (2002): usos têm em comum o formato, constituído pelos textos colocados no topo da página e frequentemente atualizados, bem como a possibilidade de uma lista de links apontando para sites similares.

Schmidt (2007): websites frequentemente atualizados onde o conteúdo (texto, fotos, arquivos de som, etc) são postados em uma base regular e posicionados em ordem cronológica reversa.


DEFINIÇÃO FUNCIONAL


Pedersen; Macafee (2007): função primária > meio de comunicação.

Marlow (2004): conversação massivamente descentralizada > autores escrevem para a sua própria audiência.


Para os autores que preferem a definição funcional, o blog é mais do que uma ferramenta de publicação caracterizada pelo seu formato; é uma ferramenta de comunicação, utilizada a fim de publicar informações para uma audiência.


A concepção adotada vai nos direcionar quanto aos usos que faremos dessa ferramenta, que, a partir de uma estrutura em comum e padronizada, pode tomar proporções comunicativas ilimitadas e até mesmo inesperadas por meio da elaboração do seu idealizador (ex.: Site Jovem Nerd). Entendê-lo como ferramenta, será tão somente o nosso ponto de partida. O que nos interessará é como podemos utilizar os nossos blogs como um espaço para socializar saberes.


PS: Todas definições de blog aqui mencionadas foram retiradas do livro: Blogs.com: estudos sobre blogs e Comunicação. Organizado pelas pesquisadoras Adriana Amaral, Raquel Recuero e Sandra Portella Montardo.

62 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Tânia, estava pensando em usar o blog para a divulgação dos textos produzidos pelos alunos. Pelo que vi, sobrecarregaria essa forma de comunicação com textos da turma toda.Então, seria uma forma de divulgar 'assuntos interessantes' que muitas vezes não temos tempo de mostrar ao alunos em sala.
    Alice Suranji

    ResponderExcluir
  3. Oi Tânia
    Adorei a iniciativa!
    Embora já tivesse consultado alguns blogs e até indicado para amigos, não havia pensado que poderia ser tão dinâmico, achei a iniciativa ótima, espero que a segunda fase do curso comece logo.

    ResponderExcluir
  4. Oi Tânia
    Gostei da idéia da Alice e acho que eu teria alguns bons textos dos alunos de 7 e 8 séries. Será que eu poderia elencar as duas disciplinas em que atuo - Português e Inglês com atividades realizadas pelos alunos e mais as propostas por mim? Quanto tempo dia terei que dispor para ter um blog de qualidade? Estou tentada a trabalhar com esse recurso pedagógico. Um abraço - Eliane Marina Tirapelle Brasil.

    ResponderExcluir
  5. Professora Tânia
    Parabéns pelo curso, amei!!! Claro que o primeiro texto que selecionei foi esse, já que, como analfabeta em redes sociais tinha que partir do conceito para os fins. Achei-a muito clara em suas colocações e também conseguiu passar sua paixão pelo assunto, levando-me a refletir e até achar possível a ideia de ter um blog. Assisti ao filme Julie & Julia, com Meryl Streep, não sei se vc conhece (é baseado num livro), onde uma moça resolve testar todas as receitas de um livro durante um ano. Todas as noites ela prepara uma receita para ela e o marido, sendo que criou um blog para comentar as dificuldades e prazeres no preparo das mesmas. É muito interessante!!!
    Penso em iniciar um blog pessoal onde eu possa postar fotos com família, amigos, poemas que gosto e resenhas. Se puder, dê-me dicas de como montá-lo. Bjos.
    Sônia Maria Ramos Fachini
    Mandaguari

    ResponderExcluir
  6. Os blogs, na educação, podem ser uma forma atraente de despertar os alunos para a prática de leitura e escrita, além de transmitir informações culturais.

    ResponderExcluir
  7. O motivo que levou a me inscrever nesse curso foi a curiosidade em saber como trabalhar com os meus alunos a partir da criação de um blog,que pode ser um espaço importante para a socialização do saber.
    Abraços
    Izabel Reino

    ResponderExcluir
  8. Parabéns, o curso foi ótimo, blogs na verdade são diários de anotações que podemos usar para trocar idéias, e socializar conhecimentos, na verdade para que funcione é necessário a interação constante. Excelente ferramenta de ensino/aprendizagem.

    ResponderExcluir
  9. Depois de ter feito o curso, fiquei tão fascinada que coloquei no meu pré- projeto do PDE a criação de um blog para que meus alunos interajam com outros. Sei que vou precisar de ajuda mais vai valer a pena.

    ResponderExcluir
  10. O curso nos possibilitou melhores definições do que é um blog e a sua finalidade em despertar nos alunos o interesse para desenvolver atividades de leitura e escrita. É mais uma tentativa de trabalharmos com a leitura e escrita. Sei que podemos utilizá-lo como um espaço de novos saberes. Estou começando a me familiarizar com blogs, pois é um novo ambiente de leitura. Com a prática da leitura e reflexões vou internalizando o que é um blog e pensando em sua utilização no ambiente educacional.

    ResponderExcluir
  11. A relação do sujeito com o texto, com o som, com o registro, com o conhecimento mudará a partir da utilização de Blogs, pois a mensagem não será mais um circuito fechado, paralisado, os alunos serão convidados à criação. Parabéns pelo projeto e pelas dicas primorosas.

    ResponderExcluir
  12. Olá Tânia, gostei muito do curso. Não tenho o hábito de visitar blogs, por achar que eles tratassem de forma "rasa" , os assuntos que me interessam. Agora compreendo que existem uma variedades de blogs interessantes que podem auxiliar na minha prática pedagógica. Foi ótimo.

    ResponderExcluir
  13. Usar o blog em sala de aula vai dar dinamismo as nossas aulas, facilitar a nossa interação com os alunos e nos fazer conhecer melhor esse novo espaços de aprendizagem.

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde, Tânia.
    Confesso que, como muitos, sou ignorante nessas tecnologias. Estou penando um pouco para acessar e postar meus comentários, mas acredito estar no caminho certo. É essencial que saibamos o conceito, a estrutura e o funcionamento de um blog para que consigamos acompanhar nossos alunos e filhos (tenho levado uma verdadeira "surra" de meu filho de 11 anos no uso de blogs, orkut, etc.). Se quero interagir com o mundo e tornar mais participativos os meus relacionamentos, tenho que aprender a utilizá-los. Gostei muito de sua forma apaixonada de explanar o assunto. É mais fácil entender quando alguém tão envolvido explica.

    ResponderExcluir
  15. O uso do blog em sala de aula será um recurso dinâmico, que facilitará a interação professor/aluno, aluno/aluno.Parabéns pelo trabalho e com certeza é o caminho.

    ResponderExcluir
  16. Também participei do curso e gostei muito. Para todas nós que, ainda, temos dúvida ou mesmo receio de usar a ferramenta, recomendo um tutorial publicado no youtube que pode nos auxiliar nesse sentido: http://www.youtube.com/watch?v=1DKM1RTTqLA Ou, se preferirem, entrem no youtube e digitem no espaço de busca 'tutorial blogger'.

    ResponderExcluir
  17. Estou aqui tentando postar meus comentários. Sempre tive curiosidade de entender essa ferramenta social da internet, mas fui sempre deixando para depois. Agora com esses esclarecimentos, fiquei tentada a criar um blog. Sou professora de Matemática e fiquei muito curiosa para aplicar essa ferramenta com meus alunos.
    Se conseguir uma boa interação, será muito proveitoso.

    ResponderExcluir
  18. Boa noite,Tânia.

    Gostei muito do curso, pois fiquei sabendo que o blog é uma ótima ferramenta do ensino e aprendizagem. Estou pensando em fazer um blog junto com meus alunos no decorrer do meu projeto porque é um recurso atrativo,dinâmico e vai despertar nos alunos o interesse e aprendizagem pela matéria.

    ResponderExcluir
  19. Oi Alice!
    Eu entendo que usar o blog para a divulgação dos textos produzidos pelos alunos é interessante também.

    Poderia ser um espaço com links interessantes e discussão e ter, por exemplo, o melhor texto da semana, produzido em sala. Creio que semeia uma competição saudável porque eles podem se esforçar para ter o texto escolhido.

    Abç

    ResponderExcluir
  20. Olá Eliane Marina!

    Hum, eu imagino que, para deixar bem organizado, você poderia criar um blog de português e outro de inglês, tanto com atividades realizadas pelos alunos e mais as propostas por você.

    Se você já tem bons textos dos alunos de 7ª e 8ª séries, você pode começar a fazer seu blog hoje. Você pode pôr os melhores textos. Pode pôr a primeira e a segunda versão de um texto (para mostar como foi aprimorado, para convencê-los de que a escrita é um processo).

    Quanto ao de inglês, eu vi uma professora que usou o blog para fazer os alunos realmente usarem a LE. No início eles escreviam ''hi teacher, bye'' e ela, por meio de respostas completas e significativas, os motivava a escrever respostas mais elaboradas. Está em pdf, se você me escrever taniabguimaraes@hotmail.com, eu envio para você se inspirar.

    Eu ouvi um blogueiro dizer que devemos dedicar 2 horas por dia ao nosso blog. Mas não entendo isso como regra porque existem os dias extremamente corridos.

    De qualquer forma, o nosso olhar fica direcionado. Tudo que leio sobre livros em fontes diversas, todos os livros que compro, eu penso em usar no meu blog.

    O bom é que, como professores, temos muitos materiais que podem ser adaptados para o blog.

    E no seu blog de inglês, você pode colocar links de revistas como Speak Up, sites como o Flatmates da rádio BBC (recurso premiado). Enfim, você pode mostrar para os alunos quantos sites legais eles podem acessar, assumindo o papel de mediadora de leitura no ciberespaço.

    Você está tentada. Se fizer, compartilhe.
    Abç e sucesso

    ResponderExcluir
  21. Olá Marta, sucesso no PDE e no blog.
    Depois compartilhe conosco.
    Abç

    ResponderExcluir
  22. Olá Jucélia,
    de fato existem blogs rasos, mas navegando na net, acabamos por selecionar os melhores, os interessantes, os relevantes e significativos.

    'Relevante' e 'significativo' são duas palavras-chave para nos situarmos nesse universo. E nós professores que decidimos o que é bom e passível de ser levado para a sala de aula.

    Boas escolhas
    Abç

    ResponderExcluir
  23. Olá Roselene,

    obrigada, de fato sou apaixonada pela educação e por este assunto também. Gostei muito da oportunidade de compartilhar as minhas descobertas com vocês.

    Seu filho é um nativo digital. Aproveite para pedir algumas orientações.
    Eu sempre peço ajuda, principalmente para duas pessoas, naquelas ações que são novidade para mim. Diante de tantos programas sempre tem alguma ação nova para se aprender.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  24. Olá Gisl@ine, ótimo tutorial!
    Bem lembrado. A web tem disso também: tutorial para quase tudo que precisamos. Muitas pessoas ensinando.
    Abç

    ResponderExcluir
  25. Olá Profª Adélia,
    sim, blogs são dinâmicos e, se não quisermos fazer um, podemos ler bastante os blogs dos outros e interagir do mesmo jeito.

    De uma turma que eu tive com 20 alunos, eu sei que 3 atualizam seus blogs com frequência, outros tantos estão no orkut. E outros ainda no twitter.

    Se isso pode ser ainda não tão relevante para nós, porque somos da geração de grandes jornais e revistas com informações centralizadas, é importante tentar entender porque é relevante para essa geração, constituindo-se numa busca/troca de informações dentro de uma dinâmica mais pulverizada.

    Estamos preparando a segunda fase para breve.
    Até lá.
    Abç

    ResponderExcluir
  26. Rita,
    é bem isso que você disse ''alunos serão convidados à criação''. Essas mudanças, que tiram o professor do papel central, têm o aspecto positivo de ter também alunos mais ativos, participativos.

    Essa é uma das explicações no livro ''A hora da geração digital". Lá se diz que os alunos de hoje veem pouca televisão (atividade passiva) e navegam muito na web (atividade interativa), por isso mesmo a inquietação diante das aulas expositivas.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  27. Olga,
    Sucesso.
    Veja o que existe de blogs na área matemática, para se inspirar.
    Depois compartilhe conosco.
    Abç

    ResponderExcluir
  28. Olá Sônia! Muito obrigada! Fico feliz que você tenha gostado do curso.

    Eu ainda não conferi o filme Julie & Julia, mas o trecho que você conta me deixou curiosa.

    Olha que intessante... ela compartilha/descreve as dificuldades e prazeres no preparo, ou seja, é um blog pessoal, subjetivo.

    Uma receita por dia... isso me fez lembrar de uns livrinhos da Disney chamados ''Uma história por dia", no qual a ideia era que os pais ou as crianças tivessem uma história para cada dia do ano.

    Me lembrei também de um relato, creio que de Leo Buscaglia em um de seus livros, em que na hora da ceia, todos os dias, seu pai perguntava aos filhos o que eles haviam aprendido de novo naquele dia (na escola, nos livros, na vida).

    Considerando que aprender é uma atividade constante, um blog pode trazer todo dia um texto de uma nova experiência. O blog pode ser isso... nosso caminho para compartilhar os aprendizados diários e as coisas, músicas, livros, filmes, pensamentos que nos tocam.

    Um blog pessoal é um bom começo.
    Na 'biografia/apresentação' nós damos uma ideia aos leitores daquilo que vamos trazer nas postagens... que é nosso espaço, nossa visão de mundo, nossos gostos...

    Não há regras. Mas qualquer dúvida, me escreva.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  29. Oi
    Blog é algo muito novo para mim, não consigo imaginar conversas que não sejam frente a frente, e expor seus anceios, dificuldades, desafios, assim para o mundo, e ainda ter que estar dia a dia olhando, buscando coisas novas para postar, para mim que não estou acostumada é difícil, mas acho a ideia válida e interessante.

    ResponderExcluir
  30. Olá Viviane!
    Normal que se sinta assim. Cada professor vai trabalhar da forma que achar mais eficiente e interessante, não necessariamente no ciberespaço.

    Penso que entender essas mudanças é mais importante do que aderir.
    E existem as AVA's como outras possibilidades ao blog.
    Abç

    ResponderExcluir
  31. Olá, profª Tânia,
    Foi mesmo muito interessante participar do curso que vocês ministraram. Veio corroborar com as ideias concebidas, antes do mesmo, para o Projeto PDE que pensava.

    Não tinha clareza de como poderia trabalhar a questão dos hipertextos com a problemática da leitura e escrita. A utilização do Blog como uma possível ferramenta agora me parece uma opção. Fico grata pela oportunidade e garanto que farei bom uso das informações que proporcionaram. Espero poder contar com a preciosa ajuda e quem sabe até com a orientação de um dos senhores.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  32. Participei do curso no dia 28, estava muito curiosa em conhecer um pouco mais sobre essa ferramenta e também como utilizá-la como recurso pedagógico.Confesso que ainda sou leiga no assunto, mas estou sempre a procura de informações a respeito. Foi muito interessante, pena que muito curto, mas fico na expectativa dos próximos prometidos.

    ResponderExcluir
  33. Olá, professora Tânia.
    Participei do curso no dia 28, gostei muito de conhecer como funciona um blog, sei que é uma ferramenta que irá contribuir para a leitura e escrita de nossos adolescentes em sala de aula. Tenho muitas dúvidas em começar algo, tenho uma filha da geração nativo digital, espero que ela me ajude.
    Abraços.
    Luzia Queiroz.

    ResponderExcluir
  34. Olá! Tânia,Com o curso pude entender melhor como se dá a construção de um blog. Achei muito interessante e pretendo utilizar esta ferramenta para enriquecer minha prática.

    ResponderExcluir
  35. Olá Tania,
    gostei da ideia das colegas de ter um blog para postar as atividades dos alunos. Abços

    ResponderExcluir
  36. Olá!

    Blog é um espaço virtual com muitas possibilidades de uso, considerando que a leitura e escrita estão na ordem do dia sempre e deve ser uma prática constante, vamos explorá-la neste espaço!

    Beijos,

    Laura

    ResponderExcluir
  37. O Blog é um diário virtual, onde posso interagir com as pessoas com meu modo de pensar e agir através do que eu faço no meu dia-a-dia. Enquanto professora preciso estar imersa, familiarizada com aquilo que estou ensinando para interagir com meu aluno.
    Neste curso aprendi que para ter um blog eu preciso ter tempo de entrar e postar diariamente interagindo com aqueles que postam suas mensagens.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  38. O uso do BLOG como recurso e como estratégia pedagógica, poderá desenvolver um espaço de acesso a informação e consequentemente de valorização dos conteúdos e da figura do professor,cooperando assim com o processo ensino-aprendizagem e trazendo benefícios para o desenvolvimento dos nossos alunos.

    ResponderExcluir
  39. Gostei muito do curso, pois passei a perceber que o blog é um espaço para partilhar as idéias com outras pessoas abrangendo uma infinidade de assuntos. Ainda tenho dificuldades em trabalhar com o blog, porém as dicas dadas por todos que estão participando me ajudarão bastante!

    ResponderExcluir
  40. Olá Professora Tânia, adorei o curso, pois passei a conhecer um pouco do que é um blog, sabe eu nunca tinha pensado que dava pra usar com os alunos, achei ótimo.
    Ivone Dalloca

    ResponderExcluir
  41. No meu ponto de vista é uma nova ferramenta de ensino que nos faz aprender e ensinar. As explicações como fazer um blog foram úteis, pois pretendo utilizar o blog em meu trabalho.
    Janete

    ResponderExcluir
  42. Num primeiro momento um diário digital. Mas depois do curso do dia 05 de outubro atrevo-me a dizer que é muito, muito mais que isso, uma nova forma de ensinar, digo de aprender, uma maneira prazerosa de intragir.
    Lucimara

    ResponderExcluir
  43. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  44. É uma ferramenta virtual, que bem usada serve como um ótimo recurso pedagógico, na interação com os alunos, aprendi no curso do dia 05/10 que não é fácil mais é possível.

    Bom curso a todos !

    ResponderExcluir
  45. Para mim, o curso sobre blog foi importante por se tratar de uma novidade. Eu não sabia o que era, nem como funcionava, só tinha ouvido a respeito. Espero que tenha uma continuidade para que possamos aprender mais.

    ResponderExcluir
  46. O Blog é uma ferramenta virtual que nos da a possibilidade de estabelecer um intercâmbio e colaboração para "socializar saberes" principalmente o que interessa a nós profissionais da educação.
    Nós professores podemos utilizar essa ferramenta Blog para potencializar as atividades educativas, a fim de despertar maior interesse em nossos alunos para atividades de leitura e escrita e no meu caso professor de Geografia, reforçar com interpretação e constextualização de imagens e mapas.

    Abraço.
    Prof° Ademir Carlos Ziolli

    ResponderExcluir
  47. Um dos pontos positivos do blog, realmente é a interação que ele proporciona entre professores/alunos e demais indivíduos. Um espaço fantástico, que nos faz viajar pelo mundo virtual.

    ResponderExcluir
  48. Vivemos a era da informação, onde temos acesso a quase tudo o que acontece no mundo em tempo real. A escola tradicional tem que se adequar ao fantástico mundo virtual. A exemplo disso, temos o blog, como um diário virtualíssimo, para atender as expectativas e dinamizar nossas aulas. Basta usá-lo!

    ResponderExcluir
  49. Olá, Tânia!

    Eu, como muitos dos participantes das 3 etapas do curso de extensão “Leitura e escrita em blogs”, estou me deparando agora com esta nova ferramenta, então muito importante foi a teorização feita por este texto para eu adotar uma concepção que direcione meu trabalho com o blog.
    Tomara que eu consiga utilizar o blog indo além de uma ferramenta de publicação, chegando a utilizá-lo como uma ferramenta de comunicação para tê-lo como espaço de interação e socialização dos saberes.

    Abraços.

    Marcela H. Baggio Violada

    ResponderExcluir
  50. O blog em si, se bem usado como recurso pedagógico, pode ser utilizado como uma forma em que o aluno possa repassar o conteúdo e dizer suas dificuldades e impressões da aula. Acredito que há muito que evoluir até chegarmos a esse patamar, pois apesar dos alunso saberem usar o computador muitos ainda nao o possuem, e a escola ainda nao disponibiliza para todos.

    ResponderExcluir
  51. Gostei muito desta parte: a procura em saber o que é um blog. Pude ver que devido a ele já exis-
    tir há um determinado tempo, as teorias a respei-
    to dele foram se renovando. Para mim ele é um es-
    paço novo e curioso, um lugar de comunicação em
    que os conhecimentos e saberes podem se alonga-
    rem atingindo e servindo a todos os blogueiros.
    Abraços. Profª Eliara Silva Sant'Ana Parro.

    ResponderExcluir
  52. Este curso veio somar esta tecnologia do blog, com as que eu já uso. Fiquei muito motivada em fazer meu blog, não sabia o que colocaria pois sou professora de Inglês e eles gostam muito de música.Acho que vou pegar um "gancho" do que a Professora Tãnia disse para a Eliane.Tânia, peguei seu E-mail e vou pedir algumas sugestões, posso? você não pode me enviar também o que vai enviar para a Eliane? me interessei muito. Obrigada pelas sugestões.
    Profª Aparecida Soares de Souza.

    ResponderExcluir
  53. Com toda a certeza trabalhar um conteúdo de forma prática com os alunos não é um sonho ,é real.Trabalhar com blogs torna isso possível.Também quero aprender mais e usar com meus alunos.

    ResponderExcluir
  54. Oi Tania.
    Legal sua fala e texto definindo blog. Já naveguei por vários blogs, mas ainda não tinha me atentado para esse recurso. Tenho algumas práticas de leitura de literatura que faço com os alunos que, certamente, se toranariam mais "atraentes" se agregássemos o blog como um meio de interação/divulgação do nosso trabalho.
    Profª Leo

    ResponderExcluir
  55. Relevante este curso pois podemos a ver como o ensino e aprendizagem tem mil e uma forma e o Blog é uma delas, e é muito criativo gosteii.
    abracos Delma

    ResponderExcluir
  56. Acredito que o blog na escola vai ser muito importante para nossos alunos, pois é uma"novidade" e jovem adora novidades. Só não sei ainda como vou montar o nosso. Tenho vontade de criar um projeto Viva a Escola para desenvolver algo relacionado a blog e de forma muito interessante para que assim aguce nos alunos a vontade de postar algo e ai contribuir para melhorar a leiturta e escriata.

    ResponderExcluir
  57. Já entrei no google e vi que criar um blog é fácil, difícil é mantê-lo ativo, pois é preciso que tenha visitação e muitas postagens, mas nada impossível de ser feito na escola. O interessante é criá-lo junto ao aluno.

    De início se poderia organizar um espaço para postagens de textos produzidos pelos alunos sobre um determinado tema sugerido. Isso levaria outros alunos a comentar essas produções e analisá-las, proporcionando ao produtor refazer suas idéias e melhorar a sua escrita. Ainda se poderia criar um espaço de textos diversos para leitura e postagens de comentários dos alunos sobre eles. Aqui eles poderiam criticar, elogiar , complementar as idéis do texto, ampliando seu senso crítico.
    Nilza Pereira Crepaldi

    ResponderExcluir
  58. São importantes os esclarecimentos como os postados pelos professores idealizadores da leitura através de blogs, assim me sentirei mais segura para comentar.Depois de ter participado do curso , passei a procurar por outros blogs. Interessante.
    Abraços,
    Ema

    ResponderExcluir
  59. Gosto da ideia do blog ser um local para se divulgar textos, partilhar cultura, conhecimento e informação com o grupo que se identifica com o assunto da página. Quanto ao curso foi excelente, pois nos deu motivação para nos atualizarmos no que se refere ao mundo virtual.
    Rosângela Machado

    ResponderExcluir
  60. O Blog é um recurso importantíssimo para o processo ensino- aprendizagem.
    É algo que os alunos sabem usar melhor do que nós e por isso não devemos ter receio de utilizá-lo.

    ResponderExcluir